O comum não é normal

Esses dias estava andando por uma avenida bem famosa aqui na cidade de São Paulo, durante a caminhada, me deparei com um grupo de jovens (todos aparentemente menores de idade) fumando ao ar livre. As pessoas que passavam por eles, agiam como se fosse algo normal, como se nada de anormal estivesse acontecendo.

Eu particularmente, não consigo me conformar com uma cena dessas, para mim, pode até ser algo comum menores de idade estarem fumando ao ar livre, mas com toda certeza eu nunca irei considerar esse comum algo normal, e acredite, há uma grande diferença entre ambos.

Esse tipo de cena para mim é uma disfunção, mas não apenas de quem está cometendo o ato, mas principalmente uma disfunção dos pais e da sociedade, que são os educadores que formam grande parte do desenvolvimento do individuo – os pais em específico tem grande parte dessa responsabilidade de formação. Precisamos entender que a criação dos filhos não beneficia apenas os país ou a eles mesmos, mas sim toda a sociedade, o que reforça aquele pensamento bem conhecido: “os jovens são o futuro da sociedade e do mundo”. Vocês que já são pais ou pretendem ser, já pararam para pensar que o futuro que seus filhos vão criar para o mundo depende também de vocês?

Não se conforme com o comum

Desde pequenos somos alimentados com muitos padrões considerados comuns (podemos também chamá-los de crenças), como por exemplo: “pau que nasce torto morre torto”, “o pobre sempre continuará pobre”, entre diversos outros que eu poderia escrever milhares de linhas citando-os, mas o ponto central do texto é: essas crenças, padrões de pensamento, ou como você quiser chamá-los, podem até ser situações comuns que acontecem com a maioria, mas será que são normais?

Para você, é normal ter uma vida medíocre? Trabalhar com algo que você não gosta? É normal não ter dinheiro no final do mês para viajar com a esposa e os filhos, ou não ter tempo para isso? Desculpe mundo, mas para mim esses padrões considerados comuns são anormais até demais. Eu não me contento com o que eu aprendi, sou grato por isso, claro. Mas o verdadeiro sábio é aquele que sempre se atualiza, questiona a si próprio e ao seu redor, aquele que não está satisfeito com o que quer que seja e busca mudanças.

Comum mesmo é aceitar qualquer opinião como verdade sem questionar. Assuma, é mais fácil. E não vou te criticar por isso, é mais fácil aceitar qualquer verdade, é mais fácil reclamar de tudo e todos, é mais fácil ter a vida que você sempre quis distante de você.

Espero que esse texto te incomode e que você o questione, não é nenhuma verdade universal, por isso você não deve aceitar as ideias aqui presentes sem antes questionar e confrontar a minha experiência e visão de mundo versus a sua.

O que é o normal?

Você pode estar se perguntando: mas se devemos questionar todas as verdades sobre o que é comum, porque devemos aceitar a definição do que é normal e do que não é? Simples, não devem. A cena citada nos primeiros parágrafos sobre os menores de idade fumando é algo extremamente anormal para mim, apesar de comum. Mas isso não isenta o fato de que para algumas pessoas pode ser tanto comum quanto normal.

As vezes, o que acontece de maneira corriqueira se torna tão habitual que acabamos com o passar do tempo considerando isto algo normal. Creio que nesta brecha esteja o grande erro, que é nos acostumar com o comum até o ponto de se tornar normal.

Por isso muitos não buscam a evolução, porque aceitaram que o comum se tornou normal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s