Qual a importância em você selecionar o seu conteúdo?

Eu não assisto a canais televisivos, creio que faz uns 8 anos que criei o hábito de selecionar o conteúdo que eu quero estar sujeito a receber. Escolho os blogs e canais de notícias que vou ler e quais os gêneros de conteúdo, além de escolher minhas músicas, lugares onde vou frequentar e as pessoas com quem eu vou frequentar.

Você pode entender isso como extremismo, ou alguém que é bitolado e até mesmo alienado a ponto de falar: “não assisto TV”. Quero deixar bem claro, são opiniões, mas para mim a maior alienação é não poder selecionar o próprio conteúdo. Há quem goste de ver matérias de tragédia e desastre, ou novelas, entre outros tipos de conteúdo. Eu não. E a televisão convencional não te mostra o que você quer através de um conteúdo filtrado, mas sim o que eles querem que você veja.

O conteúdo que você tem acesso modifica o seu estado emocional

Não adianta negar, o conteúdo que você acessa modifica o seu estado emocional. Ou vai me falar que você continua da mesma forma depois de ver uma notícia onde um marido assassina sua esposa? Ou a mãe mata um filho, e vice-versa? Creio que ninguém. Talvez só de você ler esses exemplos, já se sinta mal. Caso você não se sinta alterado de nenhuma maneira por notícias ruins, seguindo a mesma linha de raciocínio de um escritor que admiro, o seu estado emocional já estava na mesma sintonia da tragédia antes mesmo de você ter acesso ao conteúdo, o que deveria ser preocupante.

Nesse ano de 2019 aconteceram alguns casos de terrorismo no Brasil e no mundo. Foram casos bem próximos em questão de data, e nessa época eu estava acompanhando muito as notícias da atualidade. Conclusão, durante o intervalo de duas semanas de acontecimento, eu me senti muito mal, não conseguia produzir, ser criativo ou me motivar para fazer qualquer coisa que não fizesse da minha rotina, além de minha produtividade ter caído muito. Tudo isso por estar pensando nos acontecimentos com frequência, refletindo sobre o ser humano e etc. Como trabalho com o desenvolvimento humano, ver isso realmente me deixou para baixo.

Eu preciso ficar por fora das notícias, então?

Não! O assunto principal do texto não é ser alguém desinformado, mas sim evitar a alienação e selecionar o tipo de conteúdo que você recebe. Neste momento onde há diversas fake news (termo em inglês que significa notícias falsas) sendo criadas, precisamos mais do que nunca evitar conteúdos tóxicos que incentivam ações imprudentes, seja com o próximo ou com nós mesmos.

Notícias ruins não são novidades, você ficar sem saber algo do tipo não vai te deixar mais ou menos informado. São coisas que sempre aconteceram, e você evitá-las só fara bem para você mesmo. Agora, questões políticas ou do seu interesse pessoal, você deve estar informado (se quiser), mas mais uma vez reforço, escolha o veículo que te entregará este tipo de conteúdo.

Como escolher um conteúdo bom e confiável?

Primeiramente, não há uma regra que dita o conteúdo ser confiável ou não, mas existem diversas formas de descobrir se o conteúdo será realmente construtivo para o seu dia a dia, ou destrutivo. Para isso, vamos a um exemplo:

Você quer procurar algum conteúdo relacionado com o desenvolvimento humano, como este blog que você está lendo agora. Você sabe que o desenvolvimento humano é uma área extremamente importante. Sabe também, que se o conteúdo absorvido for ruim, ao invés de você se desenvolver, acontecerá o efeito reverso, sua vida poderá até piorar, ou se manter estagnada – o que para mim é uma piora. Com isso, vamos a dicas:

Seja em vídeo, texto, livro, ou qualquer outro meio de entregar conteúdo, busque saber quem é a pessoa que está te repassando essa informação e se ela é realmente capacitada para isso. Está vendo vídeos sobre psicologia? Comece a questionar: o autor é psicólogo? Onde ele é formado? Pessoas são realmente ajudadas através disso? Assim, você verá se a pessoa realmente está apta para passar o conteúdo que está propondo e se servirá para você.

Após colocar em prática estas dicas, sua qualidade emocional irá mudar para melhor em pouco tempo, mas não para por ai, você começará a ser mais seletivo para tudo: lugares, pessoas, músicas, filmes, livros, canais de notícias etc.

Crie uma lista de sites, blogs, canais no youtube, livros que você confie e acompanhe conteúdo de qualidade selecionado por você, os benefícios adquiridos serão surpreendentes se você realmente se empenhar em eliminar conteúdo tóxico em focar em conteúdo que gere desenvolvimento!

Se gostou, compartilhe!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s